agradar-aos-outros-blogdasims
Desenvolvimento pessoal

Porque agradar aos outros prejudica a nossa auto estima?

Agradar aos outros, muita das vezes, é confundido com ser bom ou gentil. Porque pessoas bondosas gostam dos outros da mesma maneira que gostam de si mesmas. Ou seja, têm uma boa auto estima. A bondade é um hábito a cultivar, ao passo que agradar às pessoas não é bom para os teus objectivos. Também para a tua auto estima, o teu tempo e saúde. Portanto, para livrarmos desse hábito, primeiro devemos entender o que são sinais de prazer para as pessoas.

Alguns sinais que demostras quando estás a agradas aos outros

Quando dizes sim para ajudar os outros, embora estejas ocupada com as tuas coisas pessoais. Que é a tua prioridade. Por exemplo, concordas em ajudar um colega, embora tenhas concordado em jantar com a tua família ao mesmo tempo.

Concordas com as opiniões apresentadas nas reuniões de trabalho, embora discordes em alguns pontos. Ou quando vês uma situação de conflito, ignoras ou resolves às custas do teu tempo e energia para não criar nenhum caos mais tarde. Dizer sim, quando na verdade queres dizer não, para que a outra pessoa não fique triste. Estar constantemente a pedir desculpas. Principalmente quando dizes alguma coisa e ficas a sentir culpada acabando por estar sempre a pensar no mesmo. Isso porque queres que os outros gostem de ti e cair nas graças de todos.

Como isso tudo nos afeta?

Um vício que nos deixa frustrados e stressados

Agradar os outros acabam por ser um vício. O vicio de dizer sim aos outros e agradá-los. Porque não queres ficar mal aos olhos dos outros. Mas tudo isso tem o seu lado negativo. Ou seja, faz com que sintamos frustrados e stressados. Porque ao darmos tempo e prioridade as outras pessoas, ignorando os nossos próprios pensamentos, interesses e prioridades. E isso também afeta a nossa saúde mental e física.

Acaba com a nossa produtividade

Isso também afeta a nossa produtividade, porque acabamos por dar prioridade as tarefas dos outros e deixando o nosso para depois. E com isso sentimos sobrecarregados e a nossa produtividade acaba por ficar afetada. E ao nos sentirmos assim, a ultima coisa que queremos é realizar as nossas tarefas. Por isso acabamos por deixar para depois.

A nossa auto estima fica afetada

Afeta a nossa auto estima porque nos tornamos uma pessoa sem opinião própria. Porque estamos sempre a concordar com as opiniões dos outros. Tudo isso para evitar entrar em conflitos. Em vez de nos posicionarmos, acabamos por pedir desculpas por algo que não somos responsável.

Por isso acabamos com a nossa auto estima. Se não estamos a colocarmos em primeiro plano, sentimo-nos vazios por dentro. E isso faz com que tenhamos um conflito interno por não estarmos a ir de acordo com o nosso propósito. Ou seja, de não estarmos a dar ouvidos a nossa voz interior.

Menos tempo para nós

Quando somos conhecidos como alguém que gosta de agradar aos outros, tornamo-nos na pessoa certa para essas pessoas. E acabam por recorrer sempre a nós para pedir ajuda, conselho ou apoio. Não é que isso seja mau, mas quando é frequente acaba por ser. E isso acaba por tirar aquele tempo que era para ser para ti.

Porque deixamos de fazer as nossas coisas para fazer da outra pessoa. Acabamos por dar prioridade as tarefas dos outros. Por isso ficamos sem tempo para fazer as coisas que gostamos e cuidarmos de nós mesmas.

E como parar de agradar aos outros?

Tu estas em primeiro lugar

Lembra-te que tu estás em primeiro lugar. E é preciso intender e afirmar isso. Por isso respeita os teus objectivos e mantém-te focada neles. Porque isso vai te dar uma visão clara de quando e onde deves utilizar o teu tempo e energia. E isso vai te encorajar a dizer NÃO às pessoas quando estiverem a interferir com os teus objectivos e planos.

Aprenda a colocar os outros em segundo plano

É preciso praticar o “depois”. Saber usar essa palavra quando alguém chega para te pedir ajuda no momento em que não podes. Principalmente quando estas a trabalhar em algo que é prioritário para ti e que precisas de dedicar o teu tempo.

Deixar essa ajuda para depois de terminares a tua tarefa. A não ser que seja algo urgente, como socorrer alguém que esteja em perigo. Senão, aplica o “depois”.

A tua opinião importa

Um lembrete de todos os dias, a tua opinião importa. Tens de entender que não é necessário que, se tens uma opinião diferente sobre algo, outras pessoas vão ficar magoados. Na verdade, é bom porque mostra mais  ângulo de situação e o resultado final é uma solução melhor para o problema.

Além do que ajuda a levantar a tua auto estima. Porque mostras o teu lado, a tua opinião. Dando voz aos teus pensamentos e sentimentos. Por isso, nunca deixes de dar a tua opinião com medo que isso possa magoar alguém. Principalmente quando ela é construtiva.

Colocar limites nas ajudas

Ajudar os outros dentro dos teus limites de tempo. Por isso quando alguém pedir a tua ajuda é necessário ver o limite de tempo para o fazer. De modo a que não prejudique o teu trabalho. E que essas pessoas possam perceber que só podes nesse período de tempo. Caso precisem de mais tempo, tem que ser de acordo com a tua disponibilidade.

Saber colocar limite na hora de ajudar, ajuda-nos a ter o controle do nosso tempo. Por outro lado, mostra que o nosso tempo é importante para nós e preciosa.

Enfrenta os conflitos

Aprenda a enfrentar os conflitos em vez de fugir deles. Porque a melhor maneira de lidar com eles é os confrontar, discutir e agir com base na discussão para resolver esse conflito. Além do que fugir deles não vai fazer com que passe. Simplesmente vais estar a adiar.

Por isso é importante enfrentar os conflitos que nos vão surgindo. E também ajuda a mostrar o nosso ponto de vista em vez de concordar com a outra parte só para ficar tudo bem. É preciso dizer as coisas quando precisam de ser ditas.

Evita pedir desculpa por algo que não tens culpa

Evita estar constantemente a pedir desculpa por algo que não tens culpa. Porque só devemos desculpar quando temos alguma responsabilidade no sucedido. Não devemos pedir desculpa por algo que não temos responsabilidade. Ou por situações que não são da nossa responsabilidade.

Ao estar sempre a pedir desculpas, fará com que às pessoas não se responsabilizem pelos seus atos. Ou seja, vão sempre achar que não fizeram nada porque estas a pedir desculpas. Desculpas são para pedir quando temos alguma responsabilidade. Quando cometemos algum engano ou agimos de uma maneira que não devíamos.

As pessoas vão criticar na mesma

Muita das vezes fazemos sempre tudo para agradar os outros de modo a evitar críticas. Ou para ficarmos bem vistos. Mas é preciso lembrar quer agradar ou não a essas pessoas, elas vão criticar na mesmas. Por isso foca nos teus objectivos e não no dos outros. Trabalhe para ti. Já dizia o Aristóteles“Só há uma maneira de evitar críticas: não faça nada, não diga nada e não seja nada.” 

Conclusão

Então, recupera o teu tempo. É muito importante dizer NÃO quando realmente o queres dizer. Preocupa-te sim com os outros, mas não à custa dos teus objectivos, da tua vida, da tua saúde, da tua familia, do teu relacionamento ou até da tua carreira profissional.

Por isso lembra-te sempre: “Quando disseres <Sim> para os outros, certifica-se de não dizer <Não> para ti mesma.” – Paulo Coelho. Nunca deixes que isso afete a tua auto estima.

Beijinhos de luz

Tem alguma duvida? Quer partilhar a sua experiência? Deixe o seu comentário ou enviei a sua mensagem através da página contato (aqui). E partilhe!

Apaixonada pela vida, pelo meu marido, meu cão, família e amigos. Criei o Blog da Sims porque senti que era uma forma de partilhar um pouco de mim, dos meus interesses e da minha forma de estar na vida. Um blog de partilha do meu eu.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: