habitos-que-podem-minar-a-nossa-auto-estima-blog-dasims
Desenvolvimento pessoal

13 hábitos que podem minar a nossa auto estima

Hábitos que podem minar a nossa auto estima. Ou seja, aqueles hábitos que estão presentes na nossa rotina e que nem damos conta. Em primeiro lugar eu não sou psicóloga, mas ultimamente tenho andado a trabalhar muito o meu desenvolvimento pessoal. E são hábitos que tenho vindo a trabalhar e que me tem ajudado imenso.

Normalmente chega a um ponto da nossa vida em que sentimos estagnados. Como se a nossa vida não andasse. Por causa disso sentimo-nos desmotivados, sem forças e sem vontade de fazer nada. Mas, isso é normal e acontece, às vezes. Portanto maneira como sair disso é saber identificar e eliminar alguns hábitos negativos presentes na nossa rotina. Por isso quero partilhar alguns comportamentos que podem estar a prejudicar o teu desempenho. Alguns hábitos que podem minar a nossa auto estima sem darmos conta.

13 hábitos que podem minar a nossa auto estima

Fazer comparações constantes com os outros

Existe um ditado “a relva do vizinho é sempre mais verde que o nosso.” Tenho a certeza que deves de estar farto de o ouvir. Porque é algo que ouvimos desde criança. E sem nos darmos conta, isso acaba por influenciar, e muito, na nossa vida.

Quantas vezes deste por ti a comparar o teu trabalho com o do colega? Ou comparar a tua vida com de outra pessoa? Isso acaba por parecer algo normal, mas não é. E posso dizer que a comparação é um dos hábitos super tóxico. Porque nos envolve numa redoma de comparação sem fim e acabamos por comparar tudo e todos.

Com isso deixamos de viver a nossa vida. Ou então, passamos a fazer de tudo para ter uma vida igual a do outro. Com isso acabas por não dar valor a aquilo que tens. Aquilo que és.

“Cada pessoa tem o seu tempo, não compare aos outros. Valorize o que conquistaste à tua velocidade.”

Passar muito tempo nas redes sociais

Eu sei que estou sempre a bater na mesma tecla, ainda por cima para quem trabalha diretamente com isso. Mas uma coisa é passar horas a trabalhar, do que horas a fazer scroll. E sim é um hábito muito mau, porque quando entramos não conseguimos sair.

Por isso é importante saber controlar esse hábito. Como tudo na vida é uma questão de prioridade. E desperdiçar tempo nas redes sociais acaba com a nossa auto estima. Principalmente se estamos a fazer comparações com a vida os outros. Portanto limita o teu tempo nas redes sociais.

Esforçar, demais, para ser perfeito

Já deste por ti a realizar uma tarefa vezes sem conta, a espera de ficar perfeito? Pois, o hábito do perfeccionismo faz-nos cobrar demais de nós mesmos. Faz-nos focarmos mais nos erros do que os feitos. Eu sei que ninguém gosta de errar, eu não gosto. Mas ficar a remoer a situação não o vai mudar.

Por isso tenta focar noutras coisas e deixar de lado as coisas que não consegues controlar. Deixa o pensamentos de, ou faz na perfeição ou não vale a pena o fazer. Isso não quer dizer que é mau ser perfeito, só que não deves deixar que isso controla a tua vida. Coloca sempre em mente que estás em processo de melhoramento. Porque “feito é melhor que perfeito”.

Não agradecer

Posso dizer que desde que desenvolvi esse hábito de agradecer  á tudo, tem me feito tão bem. Porque mesmo nos dias maus eu agradeço. E todos os dias tiro 5 minutos para escrever no meu diário de gratidão, tanto de manhã e a noite antes de dormir. É um hábito que está a ficar cada vez mais enraizado na minha rotina diária.

Acredito que, muita das vezes escolhemos, sempre, lamentar ao invés de agradecer. Às vezes mesmos as pequenas conquistas, a nossa saúde, familia, casa, etc. Se repararem temos sempre algo por agradecer, nem que seja por estarmos vivos. Ou por termos saúde. Caso te custa fazer isso, tenta imaginar naqueles que não tem aquilo que tens. Sei que pode parecer duro, mas isso dá-nos uma outra perspectiva. E com isso torna mais fácil aprender a agradecer.

Agradecer, sempre, torna a nossa vida mais leve.

Porque esperar pelo momento perfeito?

Isso é um hábito que, de uma maneira ou doutra, todos nós temos. Ficamos sempre a espera do momento perfeito para fazer algo. Ou de ter algo para poder realizar certa tarefa. Só que muita das vezes esse momento nunca chega.

Por causa disso acabamos por procrastinar. Deixamos de fazer as coisas, ou adiamos a espera do momento perfeito. Esse momento não vai chegar se não o fizeres. Portanto começa de onde estás com aquilo que tens e logo se vê.

Leia também Procrastinação, quando decidimos adiar uma ação!

Estar rodeado de pessoas negativas

Muita das vezes estamos rodeados de pessoas que não querem o mesmo que nós. Pessoas essas que só vêm o lado negativo de tudo. E com isso acabamos por nos deixar levar na maré dessas pessoas. Tornamo-nos numa pessoa negativa e estagnados.

Por isso é muito importante saber quem queres ter do teu lado. Porque existem momentos na nossa vida que queremos mudar, mas nem todos querem isso. Então nesse caso mais vale afastar. Rodear-te de pessoas que querem o mesmo que tu. Pessoas que te eleva com a sua energia positiva.

Portanto tenta perceber o teu ciclo de amizade, familiar, relacionamentos, etc. Identifica essas pessoas e afasta-te delas. Por mais que custe, acredita que custa, é melhor para nós.

Pedir ajuda é necessário

Por medo de nos sentirmos inferiores, evitamos pedir ajuda. Deixamos de pedir ajuda a quem tenha mais experiência que nós. Ou a quem sabe mais do que nós. Porque isso é, sempre, desconfortável por causa das nossas crenças limitadoras. Crenças essas que nos leva a achar que isso é sinal de fraqueza ou vergonha.

Mas, pedir ajuda não é vergonha. Isso não te vai fazer parecer a pior pessoa do mundo. Aliás, ser capaz de pedir ajuda é um ato de coragem. E mostra uma real vontade de aprender e melhorar. Por isso não deixa que esse medo te limita. Pedir ajuda é necessário para o nosso crescimento.

Medo de mudar

Sair da nossa zona de conforto nem sempre é fácil. Dá medo. Mas, se continuarmos aí nunca vamos saber como será a vida fora dessa zona. Nunca iremos saber como seria a nossa vida se não sairmos do normal, do habitual. Do confortável.

É normal sentir medo, porque é o nosso cérebro a dar sinal daquilo que não conhece. Mas é preciso enfrentar esse medo se a nossa vontade é mudar. Porque acredito que quando queremos mudar somos capazes de enfrentar os nossos medos. E outra coisa importante, é preciso ver essa mudança como algo positivo. Nós sempre quando mudamos algo é para o lado positivo. Por isso é não desistir e abraçar essa transformação com amor e gratidão.

Aprenda a cuidar de ti

Quantas vezes por semana tiras um tempo para ti? Onde cuidas de ti e dedicas esse tempo para te cuidar? Sabes responder a isso? Aqui o que quero salientar, é a importância de cuidarmos de nós. Eu acredito que para cuidarmos dos outros precisamos de estar bem connosco.

E para estarmos motivados, produtivos no nosso dia-a-dia precisamos de estar bem. Precisamos de nos sentir bem connosco. E a motivação vem do cuidado, do cuidar de nós. Dar atenção ao nosso bem-estar tanto ao nível físico e psicológico. Saber respeita o nosso tempo e as nossas vontades.

Por isso, tirar um tempo e dedicá-lo a nós é um ato de amor próprio.

Não conseguimos agradar à todos

É preciso perceber que não tem mal nenhum em querer agradar os outros. Porque isso faz com que sintas bem contigo mesma e além do bem que faz aos outros. Entretanto, existem alguns casos em que isso deixa de ser espontâneo e passa a ser obrigação.

Como por exemplo, o simples fato de não querer sair e ter de sair para não desagradar a outra pessoa. Ou queres ir para um lado e a outra pessoa para outro. São coisas simples que parecem normal, mas, que acabam por pesar cada vez mais na nossa vida.

Por isso é muito importante saber se aquela decisão vai te fazer feliz ou não. Se estás a fazer por obrigação ou não. Porque precisas de colocar as tuas vontade em primeiro lugar. Nós, nunca, vamos conseguir agradar à todos. Por isso vive a tua vida.

Procrastinação 

Devido a situação que estamos a passar de momento, que nos tem obrigado a trabalhar de casa. Nos leva, muitas das vezes, a achar que temos mais tempo por estarmos em casa. E por causa disso, acabamos por atrasar as nossas tarefas.

Como referi acima, é muito fácil nos distrairmos com as redes sociais, a TV ou as mensagens no telemóvel. E quando damos conta já estamos no final do dia sem cumprir os compromissos mais importantes. Por isso esse comportamento acaba por gerar ansiedade e culpa em nós.

E o fato de estar a dar prioridade a coisas menos importantes, faz com que percas o foco. Foco naquilo que é importante do momento. Por isso que é muito importante aprender a organizar e saber priorizar as atividades de modos a não procrastinar no teu dia-a-dia.

Ter objectivos e não planear

Uma das coisas super importante, é saber onde queres ir. Para depois poderes colocar a tua força, energia e dedicação nos teus objectivos. Por isso é super importante planear. Saber planear vai te levar em direção a aquilo que queres para a tua vida.

Porque muita das vezes sabemos o que queremos, mas é preciso saber como la chegar. E para chegar é preciso planear. Delinear o teu percurso. Funciona da mesma maneira quando queremos ir a uma sítio e não sabemos como lá chegar. Para isso usamos o GPS. Então traça um plano para atingir os teus objectivos. E cumpre-a até ao fim.

Estabelecer metas e desafios

Em primeiro lugar, sentes-te confortável no lugar e o modo em que estás? Não só fisicamente, como também profissional e emocional. Digo isso, porque muita das vezes damos por satisfeitos em alcançar um objectivo e acabamos na zona de conforto.

Nós temos sempre que querer mais, se é isso a nossa vontade. Porque ser ambicioso não é mau, mas ganancioso é. E a diferença é que um te impulsiona e faz-te seguir, superar os desafios que acaba por ser positivo. Enquanto que o outro acaba por ser negativo, porque nos faz querer as coisas de qualquer maneira nem que seja passar por cima dos outros.

Conclusão

Caso conseguiste identificar alguns hábitos como o que faz parte da tua rotina. É sinal que estas atenta ao que se passa ao teu redor e deste conta que são hábitos que acabam com a nossa auto estima. E acredito que quando começamos a perceber certo hábitos negativos na nossa vida, conseguimos ter força para os mudar.

Esses 13 hábitos que podem minar a nossa auto estima, são só alguns de muitos hábitos. Mas acredito que com essas dicas consegues aprender a desenvolver hábitos que favorecem a tua auto estima. E que esses hábitos que podem minar a nossa auto estima, fique para trás. Então sê mais produtiva, coloca propósito e energia na tua vida.

Beijinhos de luz

Tem alguma duvida? Quer partilhar a sua experiência? Deixe o seu comentário ou enviei a sua mensagem através da página contato (aqui). E partilhe!

Apaixonada pela vida, pelo meu marido, meu cão, família e amigos. Criei o Blog da Sims porque senti que era uma forma de partilhar um pouco de mim, dos meus interesses e da minha forma de estar na vida. Um blog de partilha do meu eu.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: