habitos-negativos-blogdasims
Desenvolvimento pessoal

3 hábitos negativos que tens de deixar ir para ser feliz.

Hábitos negativos que temos que deixar de ir para sermos felizes. Eu acredito que uma vida tóxica não é criada por azar ou circunstâncias, mas sim por um ciclo de maus hábitos e uma mentalidade negativa. Por condicionamentos e por hábitos repetidos, conscientes ou inconscientemente ao longo da nossa vida. Todos nós temos maus hábitos que estão presentes em nossas vidas e que estão a dificultar o nosso crescimento. Mas, acredito que nunca é tarde para eliminar esses hábitos e melhorar a nossa qualidade vida.

Porque esses maus hábitos são práticas contínuas que deterioram a nossa qualidade de vida. O que pode ser mentalmente, fisicamente ou espiritualmente. E muita das vezes, com o caos da nossa vida torna-se difícil de desacelerar, avaliar criticamente e refletir sobre os nossos hábitos. Tanto os bons como os maus hábitos e, então, corrigi-los.

E esses maus hábitos podem ser pequenas coisas que fazemos todos os dias. Mas, a verdade é que os maus hábitos são difíceis de mudar, mas é possível. Nada é impossível nessa vida. Portanto, se queres eliminar esses hábitos precisas de trabalhar com a tua mente. Em vez de criar uma âncora em torno das circunstâncias e pessoas na tua vida.

Por isso hoje quero partilhar com vocês aquilo que me tem ajudado na minha jornada para eliminar e parar com os maus hábitos que reduzem a minha qualidade de vida. Os 3 hábitos negativos que tens de deixar ir para ser feliz. Algumas delas são maneiras de transformar esses hábitos negativos em positivos. E, acredita, que tens um potencial maior dentro de ti que podes realizar ainda hoje. Para isso precisas de deixar de fazer esses 3 maus hábitos de forma consciente. Para poderes romper e alcançar os teus objectivos mais elevados.

3 hábitos negativos que tens de deixar ir para ser feliz

Comparação

Não meu ponto de vista, a comparação é um hábito mais negativo que existe. Porque ela traz sentimentos tais como indignidade, perfeccionismo, autocrítica, intenso desconforto, solidão, necessidade de nos escondermos, agressão contra nós mesmos ou com os outros. Em vez de seguir em frente, somos paralisados por essas restrições.

A comparação é um ato violento que auto infligimos em nós mesmos. Isto porque o nosso subconsciente ou consciente fica mergulhado em tudo que é negativo. Ela é um ato de autodestruição. E infelizmente desde muito cedo que somos expostos aos vícios da comparação por causa da televisão que comparamos a aparência, o sucessos, a beleza, finanças, crescimento, carreiras, etc. Passamos a nossa vida a comparar-mos aos outros.

E com isso nunca vemos o outro lado. Não sabemos o caminho que essa pessoa teve de percorrer, os obstáculos, desafios para chegar onde chegou. Achamos sempre que é fácil para aquela pessoa. Sem nunca pararmos para perceber a vida dessa pessoa e das batalhas que enfrentam que muitas das vezes são ocultas.

Além do que, esse hábito nos leva a depressão, desmoralização de uma crença persistente de insuficiência e auto-sabotagem. Ela introduz uma grande limitação com ciúmes, auto piedade, auto-sabotagem, síndrome do impostor, orgulho, não aprender com os erros do passado e esses elementos tóxicos impedem o nosso crescimento.

Portanto, se desejas uma vida mais feliz então deve eliminar todas as formas de comparação que apontam para as tua falhas.

Por isso lembre-se que existem várias partes da tua magia, deixar-se ser um trabalho em andamento abre mais espaço para a auto-aceitação. Que é o que nos ajuda a chegar onde queremos. Normalmente não existe um caminho, forma ou método certo para ti. Porque o teu caminho é sempre diferente de outra pessoa e está tudo bem se não é igual a de outra pessoa. Pode ser realmente desafiador sair da cabine de comparação e se estiveres as achar que é muito difícil, para e pense até onde conseguiste chegar e agradece. Agradece sempre cada etapa e só assim terás forças para continuar.

Crenças negativas

Em primeiro lugar quero dizer que os nossos pensamentos são a chave para o nosso desenvolvimentos e aperfeiçoamento. Portanto, os pensamentos que consumimos são capazes de melhorar a nossa vida ou impedir o nosso rápido crescimento e desenvolvimento.

Por isso os pensamentos negativos são considerados um péssimo hábito que aloja na nossa mente, e com isso destorcendo a verdade do falso. E sabem como são criadas essas crenças? Através de suposições, desafios, críticas, inseguranças, ansiedade e até o medo do desconhecido. E acreditem que quanto mais energias colocamos nessas crenças, mais ela se enraizam na nossa mente.

Mas, atenção, nós só podemos mudar os nossos hábitos quando percebemos que elas existem. Porque enquanto não teres essa consciência que tens esse hábitos, não os vais conseguir mudar. E o primeiro passo para criar qualquer mudança na nossa vida é percebermos que a mudança precisa de acontecer. Para depois reconhecer esses maus hábitos.

Posso acrescentar que, a minha mudança começou quando percebi que tinha esse hábito. E as crenças negativas são que nem pragas, enquanto não a tratares elas vão continuar a crescer dia por dia e a tornar cada vez mais forte. Podem acreditar que a mente de um humano é capaz de tudo mesmo. E nós temos o poder de alterar a nossa vida através dos pensamentos que geramos.

Portanto, em vez de estar constantemente com conversas negativas procura ter conversas positivas. E sempre que esses pensamentos negativos aparecem, mude-os para os pensamentos bons. Recorde de coisas boas que te aconteceu, ou agradece a vida que tens por respirar. Até as pequenas coisas são válidas para agradecer e engrandecer o teu coração e a tua mente com o positivo.

Esperar pela aprovação e validação dos outros

A aprovação e validação dos outros é algo mais comum em todos nós. Porque nós, como humanos, estamos sempre em busca de validação e aprovação dos outros. Tanto nos relacionamentos, na carreira como em qualquer circunstâncias. E nem sempre damos conta que esse mau hábitos acaba por deteriorar a nossa felicidade e a nossa qualidade de vida.

Infelizmente essa busca por validação e aprovação tem sido criado para vício para a nossa felicidade. Ou seja, achamos que é preciso e só assim seremos felizes. Mas, não é verdade. Ela só serve para intoxicar a nossa mente com pensamentos negativos. E se continuarmos nesse caminho vamos sempre procurar por validação e com isso nos levará a desmoralização, diminuição daquilo que somos e acabamos por nos sentirmos impotentes.

Portanto a única maneira de parar com essa busca de aprovação e validação dos outros é construir a tua própria validação interna. Ou seja, conhecendo os seus limites. Porque o único limite és tu. Por isso, reflita sobre as crenças que tens em relação a ti mesma. Saiba identificar o que te levou a te auto-sabotar e a buscar a validação dos outros. Saiba reconhecer as suas deficiências, o teu valor, e acima de tudo, saiba pedir desculpas a ti mesma. Aprenda a perdoar-te. Identifica áreas de auto-aperfeiçoamentos e comprometa-se com o teu crescimento. Aprende a definir os teus limites e lembra da tua magia. E por fim, concentra em cultivar um relacionamento amoroso e seguro contigo mesma. Sê grata pela pessoa que és, á tua maneira.

Conclusão

São esses 3 hábitos negativos que tens de deixar ir para ser feliz. Se queres tornar a tua melhor versão. Portanto espero ter trazido à luz esses maus hábitos, que possas elimina-los e melhorar a tua qualidade de vida. Porque tu tens o poder de criar a vida que quiseres, e nunca te esqueças disso. A mudança pode ser não rápida e nem sempre é fácil. Mas com o tempo e esforço contínuo, consegues mudar esses hábitos.

Então, encontra essa luz de esperança dentro de ti, hoje, e liberta desses hábitos negativos. Rodeia-te de pessoas positivas, ou encontra a tua tribo e tira um tempinho para fazeres atividades que gostas. Cria o que tu quiseres, comemora sempre as tuas vitórias e nunca, mas nunca, esperes que os outros aprovem. Sê tu mesma, porque mereces.

Beijinhos de luz

Tem alguma duvida? Quer partilhar a sua experiência? Deixe o seu comentário ou enviei a sua mensagem através da página contato (aqui). E partilhe!

Apaixonada pela vida, pelo meu marido, meu cão, família e amigos. Criei o Blog da Sims porque senti que era uma forma de partilhar um pouco de mim, dos meus interesses e da minha forma de estar na vida. Um blog de partilha do meu eu.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: