como-lidar-com-a-ansiedade-na-quarentena-blogdasims
Desenvolvimento pessoal,  Home

Como lidar com a ansiedade na quarentena?

Como lidar com a ansiedade na quarentena? Olá pessoal, hoje quero falar de algo muito importante, a ansiedade. Devido a situação que estamos a viver de momento muitos podem sentir isso, e com isso deixar marcas na vida de cada um de nós.

Em primeiro lugar a ansiedade em si, é uma resposta natural do nosso corpo, algo fisiológico essencial para a nossa sobrevivência, em alguns momentos pode se tornar nociva. No caso da situação que estamos a atravessar de momento, essa pandemia do coronavírus, aprender a lidar com a ansiedade na quarentena é muito importante.

Por isso quero partilhar com vocês algumas dicas para o ajudar a atravessar esse isolamento social sem prejudicar a tua saúde mental. Porque acredito que quanto mais nos cuidarmos menos será o impacto dessa pandemia na nossa saúde mental. E é normal surgirem perguntas de como será o nosso futuro? ou quando isso vai acabar? e o meu emprego? o meu negócio? os meus familiares vão ficar bem? São tantas as perguntas e poucas respostas por agora.

E com isso o stress, que é algo que está sempre presente no nosso dia a dia, torna-se mais intenso. Mas quero que saibas que é possível reverter essa situação e viver esse momento com mais serenidade. Confira as dicas de como lidar com a ansiedade na quarentena.

Como lidar com a ansiedade na quarentena?

Filtra as informações sobre o assunto

Acredito que um dos principais factores de ansiedade é o excesso de informação que recebemos em tempo real sobre a pandemia. A comunicação social está sempre pronta para nos trazer os fatos, mas cabe a cada um de nós filtrar aquilo que queremos consumir.

Por isso o ideal mesmo é evitar ter os noticiários sempre ligados, caso contrário, isso pode gerar muita angústia e pânico. Procura um período do dia no qual irás informar sobre o que está a acontecer e quais os resultados. Eu faço isso sempre no noticiário das 13h e depois disso já não vejo mais noticiários e nem faço pesquisas acerca.

Porque por mais que seja importante saber o que se está a passar sobre à pandemia, é preciso colocar a nossa saúde mental em primeiro lugar nesses momentos. Com isso, quero dizer que nada te impede também de, um dia ou outro, evitar receber notícias sobre o coronavírus.

E também é preciso evitar abrir muito as redes sociais, porque lá também circulam muitas coisa. Por isso tira um momento para ir as tuas redes sociais. Por fim, mas muito relevante, é preciso ter atenção aos fake news. Portanto não acredita em tudo que lês e confie nas fontes credíveis. Confesso que tudo que venha da internet passa-me ao lado e quando quero saber de como as coisas estão vejo os noticiários.

Leia ou assista filmes ou documentários

Acredito que a leitura e o cinema têm o poder de nos transportar para outras realidade, ou seja, são perfeitos para este momento de quarentena. Por isso naqueles dias em que se sinta com mais stress, com medo e ansiosa, procura desconectar um bocadinho da realidade. Isso quer dizer mergulhar em novas histórias, capazes de acalmar a nossa mente por alguns instantes.

Caso não sabes como lidar com a ansiedade, saiba que ler um livro e assistir um filme ou documentário podem ser bastantes eficazes. Contanto que realmente entregas a essa atividade, ou seja, focar no que estas a fazer, porque não adianta estar a ler e ficar com o pensamento no que está a acontecer, é preciso deixar-se levar.

Caso ainda não tenhas experimentado, então aconselho. Aliás, vários serviços de streaming e editoras estão com livros, filmes e séries grátis. Portanto é uma maneira barata e simples de trabalhar a tua ansiedade.

Partilha histórias positivas

A situação em que vivemos hoje, ela em si já triste e negativa o suficiente. Por isso para quê partilhar mais coisas tristes? Muitas vezes, o bombardeiro de tragédias faz com que acreditemos que tudo que existem são notícias más, no entanto, há coisas a acontecer.

O problema é que temos a tendência pra nos virarmos para coisas negativas e acabamos por esquecer dos positivos. Portanto partilha casos de recuperações e de boas ações que está a acontecer no mundo. E dessa forma, renovamos as esperanças e ajudamos a espalhar a esperança entre as pessoas.

Nas minhas redes sociais, é o que faço partilhando mensagens positivas de inspirações. Porque acredito que com pensamentos positivos conseguimos superar essa fase menos boa.

Siga-me no instagram e facebook!

Liberta o que estás a sentir por meio de atividades

Às vezes, tudo o que precisamos de aprender como lidar com a ansiedade é incluir na nossa rotina atividades que te ajuda a expressar aquilo que sentes. Ao invés de ser apenas um consumidor passivo de conteúdos, utiliza o teu tempo de uma maneira mais enriquecidora, como um produtor de conteúdos. O que isso significa?

Escreve, pinta, desenha, canta. Todas essas atividades são expressões do que pensas e sentes e podem te ajudar a eliminar a angústia e o medo. Além disso, ocupas o teu tempo e não ficas apenas sentada em frente à TV a ver notícias.

Eu adoro ouvir música e dançar, é algo que me relaxa e me descontrai. Portanto escolhe algo que te ajuda a relaxar e ao mesmo tempo divertir. Vais ver que o tempo passa à voar.

Cria uma rotina

Eu sei que pode parecer um bocadinho ridículo, visto que estamos em casa então como criar rotina?. A princípio pode parecer impossível, mas é sim viável ter uma rotina mesmo em quarentena – a diferença é que vais fazer algumas adaptações.

Porque é muito importante criar hábitos de trabalho, intervalos, refeições e também ter momentos de lazer e descanso. A rotina é muito importante para organizar a tua mente ao longo do período de isolamento social. Posso dizer que não descuidei da minha rotina, mesmo aos fins de semana.

Caso não cries uma rotina, pode ser que acabes por passar o dia todo de pijama a trabalhar na cama, o que a longo não é nada saudável. Lembra-te que vais passar muitos dias em casa, portanto, deves fazer com que estes dias sejam os mais saudáveis possíveis.

Fazer exercícios físicos

Não é novidade que a prática de exercícios físicos é um ótima maneira de combater o stress, a ansiedade e a depressão. Além disso, também melhora a autoestima, a qualidade do sono e concentração.

Aqui em casa já tínhamos uma rotina de treino no ginásio, e com a pandemia fecharam-se os ginásios e tivemos de reajustar. Por isso temos treinado em casa com ajuda de um aplicativo. Com isso, quero dizer que mesmo em casa arranjamos formas de não ficar parados.

Uma das coisas boas desse isolamento, sim porque vejo sempre o lado positivo das coisas, é que além dos vários aplicativos que podemos encontrar, existem muitos profissionais da área que tem estado a oferecer aulas online gratuitas. Por isso não é difícil encontrar estúdios de yoga, por exemplo, a transmitir aulas online – no meu caso a minha professora de yoga tem-nos dados aulas todos os dias online.

Para quem tem um jardim ou espaço maior em casa, procura circuitos e exercícios aeróbicos. No geral, qualquer atividade física é bem-vinda para aliviar a tensão e o stress. Portanto não fica parado e exercita-te.

Exercícios de respiração – meditação 

Infelizmente muitas pessoas não sabem, mas a respiração é bem poderoso, pois é capaz de diminuir os nossos níveis de ansiedade. Quando estamos tensos ou nervosos a nossa respiração fica muito ofegante e nestes momentos ela fica curta e muito rápida.

Por isso é importante acalmá-la. Existem formas de controlar a nossa respiração com técnicas simples e que podemos adotar no nosso dia a dia que nos vai ajudar a lidar com a ansiedade. O mais importante é lembrar sempre de que a respiração deve ser feita utilizado a musculatura do diafragma, ou seja, por meio da movimentação do abdómen.

E como funciona? Ela é simples, coloca uma mão no teu abdómen e a outra no peito, mantendo os ombros eretos: respira profundamente pelo nariz, levando o ar até ao abdómen (diafragma) e não permitindo que ele limita apenas até ao peito; expira pela boca. Ou seja, à cada inspiração o teu abdómen enche e na expiração ela contrai entrando todo para dentro. Repita o processo de maneira lenta de 6 a 10 vezes.

Outra forma é através da meditação. Que para mim resulta sempre e acreditem não é nada complicado. Só temos que concentrar na nossa respiração e com o tempo ela vai ficando cada vez mais calma.

Existem muitas outras técnicas de respiração e, caso estejas interessada é só fazer umas pesquisas de meditações guiadas com foco na respiração. Vais ver como vai te ajudar imenso a acalmar a ansiedade.

Fazer terapia

Eu sei que não é fácil lidarmos com a ansiedade sozinhos. Por isso se não consegues lidar com a ansiedade e sentes que precisas de ajuda psicológico para trabalhar as tuas questões, não hesite em procurar um profissional.

Em Portugal já existe uma linha de apoio psicológico tanto por telefone como online. O número é 808 24 24 24 e a consulta online por vídeos no site acalma.online.

Por isso, se precisas pede ajuda. Não há vergonha nenhum em cuidarmos da nossa saúde mental durante a quarentena. A ansiedade e o medo excessivo podem ser prevenidos e tratados, ou seja, podes e deves buscar ajuda.

Um profissional especializado vai te ajudar a enfrentar esse momento com mais segurança e de uma maneira saudável. Por isso não estás sozinha, e não tens que lidar com a ansiedade na quarentena sozinha.

Agora que já sabes como lidar com a ansiedade na quarentena, também precisas de ter a certeza que sabes identificar se precisas de ajuda profissional ou consegues lidar com ela sozinha. E fica a saber que a ansiedade é algo que faz parte do dia a dia do ser humano e é essencial para a nossa sobrevivência. Mas o problema é quando começa a interferir de forma negativa na nossa vida e com isso prejudicando a nossa saúde.

Como saber se sofres de ansiedade?

Existem alguns sintomas que é preciso ter atenção, e é importante fazer as seguintes perguntas para perceber se sofre de ansiedade ou não?

  • vês perigo em tudo?
  • sentes alterações no teu sono?
  • tens sofrido com tensões musculares sem ter prático exercício físico?
  • preocupações excessivas com o futuro?
  • dificuldade de concentração?
  • problemas gastrointestinais?
  • sente falta de ar, coração acelerado, suor excessivo, boca seca, náuseas quando está ansioso?
  • sentes que a ansiedade te está a paralisar impedindo de viver bem e de forma saudável?

Como citado anteriormente, a ansiedade faz parte de nossas vidas, mas em excesso pode prejudicar a nossa saúde mental e física. Para um diagnóstico completo e correto é sempre aconselhável procurar um profissional na área, nesse caso psicólogo para te auxiliar.

Mesmo assim, ter consciência dos sintomas é importante também, afinal, para procurar ajuda é preciso saber que algo não está bem. Por isso é importante prestares muita atenção em ti, principalmente nesses dias. E já sabes, se não consegues com essas dicas procura um profissional para te ajudar. Espero que essas dicas te possa ajudar a lidar com a ansiedade na quarenta.

Beijinhos de luz

Tem alguma duvida? Quer partilhar a sua experiência? Deixe o seu comentário ou enviei a sua mensagem através da página contato (aqui). E partilhe!

Apaixonada pela vida, pelo meu marido, meu cão, família e amigos. Criei o Blog da Sims porque senti que era uma forma de partilhar um pouco de mim, dos meus interesses e da minha forma de estar na vida. Um blog de partilha do meu eu.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: