Amor-próprio e os mitos que existem!

Olá pessoal. Hoje quero falar sobre amor – próprio e alguns mitos que existem por detrás disso. A importância de cultivar uma relação saudável contigo própria. Porque muita das vezes temos essa consciência de cultivar relações saudáveis com outras pessoas, mas esquecemos de nós próprios.

Leia também 3 passos para uma mudança de dentro para fora!

Em primeiro lugar, cultivar uma relação saudável contigo mesma não é ser egoísta ou egocêntrica, mas sim um assumir da realidade. Porque é a relação mais importante que nós temos connosco próprias. E nós somos a única pessoa que passa 100% do tempo connosco próprias. Por isso tem de ser uma relação saudável.

“A forma como te vês determina a forma como vês os outros e o mundo que te rodeia.”

E trabalhar essa relação vai ter um impacto directo na forma como te relacionas com os outros.  O mundo muda quando começamos a gostar de nós próprias. E a isso é auto-aceitação e auto-compaixão.

O que é auto-aceitação e auto-compaixão?

A auto-aceitação tem a ver com aceitar aquilo que és. E a aceitação de nós próprias é muito importante para sermos felizes.

E a auto-compaixão é algo que temos que sentir por nós da mesma maneira que sentimos pelos outros. Aquilo que nos toca com a mesma força que se fosse com os outros. E existem três componentes da auto-compaixão:

  • mindfulness – o foco no momento presente
  • humanidade comum – é a noção, a ideia que somos todos iguais e igualmente merecedores de amor, compaixão e bondade
  • auto-bondade – é sermos bondosos connosco próprio.

Porque a tua felicidade e bem-estar, são directamente proporcionais ao teu amor-próprio.

“Se não acreditares que és merecedora da vida que queres, nunca darás os passos necessários para a conquistares.”

Alguns mitos por detrás do amor-próprio

“Se me amar, vou deixar de me esforçar para melhorar e evoluir.”

O fato de me aceitar no meu presente não me impede de querer evoluir e mudar. Antes pelo contrário, isso fará com que melhore e evolua a cada dia. Porque estou a cuidar de mim e de ser uma pessoa melhor.

“Se quiser ser boa pessoa, não posso colocar-me em primeiro lugar.”

Quanto melhor tratar a mim mesma, melhor vou tratar os outros. Não posso dar mais aos outros daquilo que dou a mim mesma. Posso ser boa pessoa e colocar-me em primeiro lugar, sempre.

“Amor-próprio significa satisfazer todas as minhas vontades e desejos.”

Amar a mim própria significa amar o meu “eu” passado, presente a futuro. É amar-me em todas as vertentes. Por isso é preciso encontrar um equilíbrio, ter mais atenção no meu “eu” futuro. Porque é preciso ter em atenção aquilo que eu quero para o meu futuro e cuidar.

“Amor-próprio é viver com congruência com a nossa visão para o futuro.”

Se tenho objectivos para concretizar e uma visão para o futuro que gostava de tornar realidade, então é preciso ter atenção. Saber o meu caminho e trabalhar para lá chegar, sempre com atenção e cuidado.

“Como é que a rosa abriu o seu coração e ofereceu ao mundo toda a sua beleza? Sentiu-se encorajada pela luz sobre o seu ser. De outra forma, permanecemos todos amedrontados de mais.” – Hafiz

Portanto cultivar uma relação saudável connosco é amor-próprio. É colocarmo-nos em primeiro lugar. É cuidarmos de nós. Porque só assim poderemos cuidar dos outros e de tudo que está a nossa volta.

Por isso, ama-te e cuida de ti. E faça com que a relação contigo mesma seja saudável e duradoira. Por isso nunca deixes de cuidar de ti e acima de tudo amar a pessoa que és!

Beijinhos de luz

Tem alguma duvida? Quer partilhar a sua experiência? Deixe o seu comentário ou enviei a sua mensagem através da página contato (aqui). E partilhe!

 

Deixar uma resposta

Proudly powered by WordPress | Theme: Baskerville 2 by Anders Noren.

Up ↑

%d bloggers like this: