As pequenas coisas que podemos fazer para nos sentirmos bem connosco

Olá pessoal. Hoje quero partilhar com vocês as pequenas coisas que podemos fazer para nos sentirmos bem connosco. São pequenas coisas ou pequenos momentos que nos fazem felizes e que nos fazem sentir bem connosco. Porque a felicidade, muitas vezes, está nas pequenas coisas.

Em primeiro lugar, muitas das vezes achamos que para nos sentirmos bem é preciso ter coisas materiais. Ou seja, um carro novo, um telemóvel, roupas, etc. Mas não, isso são bens materiais que servem para nos satisfazer aquele pequeno desejo. São coisas que depois do as adquirirmos não nos vão preencher. Porque o que precisamos não podemos comprar, mas sim ser.

E é ai que entra o Mindfulness, a atenção plena. Ou seja prestar atenção à nossa experiência imediata do momento presente. No aqui e agora. E com isso ajudando a encontrar aquelas pequenas coisas do nosso dia-a-dia para nos sentirmos mais felizes. Porque Mindfulness é uma forma de ser. E sempre que a praticamos, não só assumimos uma postura de abertura, curiosidade, não julgamento e não reação, como também aceitamos todas as nossas experiências, tal como elas são.

E com isso trago algumas sugestões das pequenas coisas que podemos fazer para nos sentirmos felizes:

Agradecer

O acto de agradecer. Uma das coisas que estou sempre a falar, eu sei, mas considero que seja algo muito importante e benéfico. Por isso agradeça ao acordar e verifique se está viva (parece ridículo mas não é). E as pessoas que amas, estão vivos? Ótimo! Agora respire fundo e agradeça.

A gratidão é aquela “coisa” extremamente importante da nossa vida. Porque ela traz-nos ao presente, à realidade daquilo que está a passar connosco. E não nos deixa ficar presos às desgraças de ter “entornado o café no fato” ou “de ficar preso no trânsito e atrasar para o trabalho”.

Ela ajuda a minimizar os problemas!

Aceitar

Aceitar-nos. Aceite que é diferente dos outros e que, se as suas limitações são as qualidades de uns, pode ter a certeza que as suas qualidades são o ponto fraco de outros. Por isso valorize as suas competências e aceite as suas limitações.

Porque se fossemos todos iguais, o mundo não teria evoluído e tudo era igual!

Exercício físico

A prática do exercício físico é considerado um dos grande aliados no alivio do stress e ansiedade. Porque quando praticamos o exercício físico libertamos a substância muito importante que é a serotina, responsável pela sensação do prazer.

E uma caminhada conta e muito. Porque ao caminhar, além de estares a exercitar o teu corpo, estás também a trabalhar a tua mente através da atenção plena. Por isso não fique parado e exercite-se.

Comprometer

O comprometer-se consigo. Por isso tenha sempre um objectivo na vida. E não importa se é grande ou pequeno, se é profissional ou pessoal. Faça algo com foco e atenção. O que quer que for, faça-o com prazer e gosto. E acima de tudo foque-se mais no processo do que no produto final.

Porque o segredo é saborear as fases da viagem. E o produto final será o resultado da dedicação e da aprendizagem que fez durante todo o processo.

Responsabilidade

Muitas das vezes passamos a nossa vida a arranjar culpados, ou a apontar o dedo para os outros. Achamos sempre que a culpa é desse ou daquele. E com isso acabamos por culpar demais ou a desculpar-se. Se fazes isso, essa é a hora de parar e olhar para ti.

Por isso sê responsável pelos seus actos. Pare e analise. Aprenda com os seus erros, não perca o seu tempo a chorar sobre isso. “Chorar sobre o leite derramado”. Porque só quem não faz é que nunca errou. Aprenda com os seus erros!

Relações positivas

Cultivar relações positivas. Os amigos são importantes nas nossas vidas. Por isso não devemos exagerar na solidão. Mesmo que sejas uma pessoa que goste de ficar sozinha. Porque conviver é muito importante. O desabafar e estar com pessoas que a fazem rir ou que te aceitem como és vão ajudar e muito. Especialmente a não se achar a pessoa mais infeliz do mundo.

E com isso acabas por perceber, muitas vezes, que o seu problema, afinal, não é assim tão grave.

Não viva a vida dos outros

Hoje com as redes sociais, e com inúmeras contas de influencers que seguimos, é normal aquele desejo de ter aquela vida. Só que muitas das vezes esquecemos que nem tudo que vemos é verdade. E não queira algo exactamente igual. Portanto seja ambiciosa e inspire-se em vidas alheias para que te inspire. Não para fazer uma réplica daquela vida.

Porque por mais dinheiro que essa pessoa possa ter (ou pareça ter) ou por mais famosa que seja, também elas têm problemas. Ou seja, são pessoas como nós e com os seus problemas. Por isso por mais simples que seja a sua vida, ela pode ser maravilhosa. Permita-se!

Por isso, todos os dias ao acordar, tente escolher os seu pensamentos tal e qual como escolhes o que vais vestir. E seja seletiva e afaste os pensamentos menos bons da sua mente, da sua vida. Eu sei que não é fácil, mas também não é impossível.

Portanto, a partir de hoje, escolhe mais vezes e escolha a felicidade. Escolhe ser feliz!

Beijinhos de luz

Tens alguma duvida? Queres partilhar a sua experiência? Deixe o seu comentário ou enviei a sua mensagem através da páginas contato (aqui). E partilhe!

Leia também Expectativas: como a criamos

Deixar uma resposta

Proudly powered by WordPress | Theme: Baskerville 2 by Anders Noren.

Up ↑

%d bloggers like this: