Dicas para exercitar o silêncio intencional

Olá pessoal. Dando seguimento ao meu ultimo post, na minha leitura de a Magia do Silêncio da Kankyo Tannier (veja aqui), hoje quero partilhar com vocês dicas para exercitar o silêncio intencional. Porque devemos praticar o Silêncio Intencional? Porque é um dos mais significativos agentes de melhoria dos nossos estilos de vida ruidosos e acelerados. Aquele silêncio que tem como propósito beneficiar a nossa mente e o nosso corpo.

Em primeiro lugar, os benefícios inerentes ao silêncio têm sido bem documentados ao longo dos tempos. Algumas das mentes mais brilhantes da nossa História, referem a utilização do silêncio intencional. Nos processos de transcendência e bem como na criação de resultados. Como por exemplo através da oração ou meditação.

Muitos têm dificuldade em encontrar esse silêncio, associando-o à solidão. Por isso preferem viver uma vida atarefada. Vivendo do trabalho, viajando ou simplesmente ficando longe do silêncio.

exercitar-o-silencio-blog-da-sims

O silêncio é uma das melhores maneiras de reduzir o stress. E também contribui para o incremento da autoconsciência e da lucidez, permitindo manter a atenção ao mais alto nivel no nosso dia-a-dia, na nossa vida. O silêncio intencional é saber ouvir a nossa mente e o nosso corpo. E muitas das vezes evitamos estar em silêncio connosco, em ouvir-nos.

Limitamo-nos a não ouvir esse silêncio. O prestar atenção  nas outras melodias e ver novas possibilidades de convivência. Porque é preciso silenciar para ouvir. Porque existe mais sabedoria em momentos de silêncio do que em muitos diálogos. Com o tempo aprendi a ouvir e a apreciar o meu silêncio. Aprendi a ouvir-me e respeitar-me através do silêncio.

exercitar-o-silencio-blog-da-sims

O silêncio ensinou-me a colocar atenção plena nos meus afazeres. E uma das coisas que adoro fazer é cozinhar. Antes fazia-o ao som da TV ou de musicas, porque achava que tinha que ter algum som para me concentrar. Depois de experimentar o meu silêncio, prefiro fazer as minhas tarefas em silêncio. Porque assim posso prestar atenção no que estou a fazer. E isso trouxe-me paz, concentração e dedicação.

Existem povos, como os orientais, que dão muita importância ao silêncio. Eles experienciam os benefícios da prática do silêncio através das suas atividades diárias. Através das suas caminhadas e também no exercício da meditação. Isto tudo porque eles acreditam que somente neste estado, serão capazes de encontrar a quietude dos pensamentos. Porque acreditam que o silêncio é um meio de comunicação consigo e com os outros.

exercitar-o-silencio-blog-da-sims

Já para nós, os ocidentais, comunicamos de uma forma diferente. Gostamos de expressar os nossos pensamentos e sentimentos através de palavras e gestos. E com isso acabamos por falar mais e ouvir menos, dificultando a compreensão. E isso faz com que muitas das vezes interpretamos algo que foi dito, julgando, e sem compreender primeiro, levando a julgamentos desnecessários e com isso trazendo aborrecimentos.

Hoje em dia temos uma dificuldade enorme em silenciar o nosso barulho interior. Por isso, ficar em silêncio connosco parece ser uma tarefa muito complicada, tornando-se praticamente uma revolução.

Mas a boa notícia é que hoje, existem ferramentas que são capazes de ajudar-nos nesse aspecto, a exercitar o silêncio.

São várias atividades que podemos incluir na nossa rotina e que nos ajudam a exercitar o silêncio. Com por exemplo: a meditação, a oração, a reflexão ou a gratidão. Todas elas servem para relaxar o corpo e a mente. Acalmar o espírito e reforçar a presença total no momento presente.

Como exercitar o silêncio?

Comece por parar alguns minutos do dia, nem que seja um minuto. Concentre-se apenas na sua respiração. Procure um lugar para sentar que possa ficar com a coluna ereta, porque assim facilita a respiração.

Traga a sua atenção para o movimento que deriva do ato de respirar. Tente não preocupar-se com os pensamentos que vão surgindo na sua mente. Pensamentos do futuro ou do passado. Aproveite esse pequeno momento para relaxar e desfrutar do silêncio.

Por isso ao dedicar atenção à respiração estamos a trazer a nossa consciência para o momento presente. É aceitar o convite para observar a nossa vida de uma outra perspectiva. Sentir o silêncio no seu estado mais puro e genuíno.

exercitar-o-silencio-blog-da-sims

Portanto, respirar é o primeiro passo para calar os pensamentos barulhentos. É mostrar quem está no controle, e neste momento, é você. O caminho pode ser longo, mas o prazer de vivenciar com clareza, consciência e curiosidade o silêncio, compensa.

Enfim a prática do silêncio é o momento de conexão com o nosso interior. Por isso pratique o silêncio para uma vida plena. Faça as suas atividades com consciência e aproveite e absorva cada segundo do momento. O silêncio não é algo mau, pelo contrário. Exercitar o silêncio é um passo para o equilíbrio interior.

“É na atitude de silêncio que a alma encontra o caminho com mais clareza, e é nela, também, que aquilo que é ilusório e enganoso se torna perceptível e se dissipa.” – Mahatma Gandhi

Beijinhos de luz

Tens alguma duvida? Queres partilhar a sua experiência? Deixe o seu comentário ou enviei a sua mensagem através da páginas contato (aqui). E partilhe!

Leia também Meditação – pratica do silêncio

Deixar uma resposta

Proudly powered by WordPress | Theme: Baskerville 2 by Anders Noren.

Up ↑

%d bloggers like this: