Os padrões que repetimos desde o nosso nascimento

Olá pessoal. Desde o nosso nascimento estamos formatados para um determinado tipo de padrão. Os padrões que repetimos desde a nossa nascença que nos formatam para o amanhã.

Em primeiro lugar, nós repetimos coisas emprestadas dos outros. Os padrões da sociedade em que estamos inseridos. Desde criança que temos um padrão do que é certo ou errado. Padrões esses que nos foram incutidos através dos nossos pais, pelos pais deles, e assim sucessivamente.

Muitas das vezes não sabemos responder a uma simples pergunta como sendo nossa. Por exemplo, quando nos perguntam se Deus existe, temos uma resposta automática do “sim” ou “não” dependendo da nossa religião ou de que nos foi ensinado. Já parou para pensar se essa resposta advém do seu interior? Se a tua resposta é aquilo que tu acreditas?

Cada sociedade tem o seu padrão estabelecido, daquilo que acham ser bonito ou feio, daquilo que acham ser certo ou errado, de como devemos-nos comportar. Vamos repetindo esses padrões ao longo da nossa vida sem nunca sequer nos perguntarmos se realmente é o que acreditamos, se é mesmo o que sentimos.

Além disso os padrões que repetimos não são nossos, são dos outros, são emprestados. É importante termos a ideia bem clara daquilo que queremos, daquilo que acreditamos. Não é porque foi assim para os nossos pais ou para a sociedade que temos que a seguir. Mas sim seguir aquilo que nos identifica, aquilo em que acreditamos ou aquilo que sentimos como sendo nosso.

“Se eu vou perguntar o que é o amor, irão apenas repetir qualquer resposta. Te-la-ão lido em alguma escritura. Podem mal ter conhecido e explorado o amor. Se a nossa personalidade e mente são tão repetitivas, se simplesmente fazem eco da sociedade, não serão independentes – como podem sê-lo? Somos meros ecos, somos mera repetição.” OSHO

os-padroes-que-repetimos-blog-da-sims

Portanto para uma mente independente, temos que nos desprender desses padrões. Temos de ser livres para sentir e construir uma nova identidade. Temos que ser fieis aquilo que queremos e acreditamos.

Beijinhos de luz

Leia também Transformar o nosso interior

Deixar uma resposta

Proudly powered by WordPress | Theme: Baskerville 2 by Anders Noren.

Up ↑

%d bloggers like this: