Pensamentos/aceitação

“Tão frequentemente somos apanhados na armadilha de pensarmos que um ato de amor é ensinar aos outros o que fazer e como devem ver as suas vidas e os seus problemas. 

Escrevamos esta palavra na nossa agenda, na porta do frigorifico, na mesa de cabeceira, como nota no interior da carteira ou onde quer que exista uma espaço vazio: ACEITAÇÃO

A aceitação dá origem ao amor e o amor transforma tudo. 

Sempre que não gostarmos de alguma coisa ou de alguém e nos sentirmos tentados a mudá-lo, permitamos que o amor é faça. 

Aceitemos tantas vezes quantas necessárias até vermos o milagre do amor emergir do nosso profundo desejo de aceitar as coisas ou as pessoas como elas são. Melhor dizendo: desista da necessidade de querer ter razão.”

Julio Bevione

Deixar uma resposta

Proudly powered by WordPress | Theme: Baskerville 2 by Anders Noren.

Up ↑

%d bloggers like this: